Sala de Imprensa

No Dia do Físico, professor da Fucapi relata sobre sua trajetória de vida

Publicado em: 19/05/2017

dia-do-físico-19-de-Maio2“O profissional formado em Física pode atuar em diversas áreas do conhecimento científico”. A afirmação  é  do físico amazonense Edieliton Oliveira, de 28 anos, professor de Física na Faculdade Fucapi desde 2015. Formado pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Oliveira conta que escolheu esta profissão por se identificar já desde o ensino médio, com as disciplinas  de exatas, principalmente Física, matéria que tinha mais afinidade.

Este interesse surgiu ainda na infância, quando viu seu reflexo em uma colher, enquanto almoçava com sua família. “Eu olhei para a parte de dentro da colher e notei que minha imagem estava pequena e invertida. Girei a colher e, para minha surpresa, minha imagem estava maior e no ângulo correto. Achei incrível, então perguntei ao meu pai a causa daquele fenômeno e ele simplesmente respondeu que aquilo se chamava Física”, revelou Oliveira.

O educador relata que iniciou suas experiências na área por meio do projeto Casa da Física, da Ufam, programa de divulgação científica que abrange alunos dos ensinos fundamental e médio de escolas públicas. “Eu me interessei bastante pela área de ensino, então estou desde a graduação dando aula e levando conhecimento para outras pessoas”, afirmou ele, acrescentando que lecionou tanto para o ensino médio quanto para o ensino superior, após o mestrado em Física, feito também na Ufam.

Colaborador da Fucapi desde fevereiro de 2015, o docente disse que é preciso de vocação para passar conhecimento a outras pessoas e que esse desafio tem sido bastante gratificante. “Eu gosto muito de dar aula. Essa parte de ensinar, de transmitir conhecimento é bem interessante e eu levo essa responsabilidade para a sala de aula”, declarou. O professor conta que, para uma melhor aprendizagem de seus alunos, trabalha muito com interdisciplinaridade, fazendo conexão da Física com outras áreas do conhecimento humano, e avalia que essa metodologia poderia ser utilizada em outros ambientes acadêmicos.

Para o futuro, Oliveira revela que tem planos de fazer um intercâmbio ou um estágio em laboratórios da Europa, voltado para a área da Ciência, além de se estabilizar financeiramente como pesquisador.

Sobre a data comemorativa

No Brasil, o Dia do Físico é comemorado no dia 19 de maio, data comemorativa estabelecida em 2005, quando a Organização das Nações Unidas (ONU) decretou aquele o Ano Internacional da Física, em homenagem ao centenário do ‘Ano Miraculoso de Einstein’.

Por causa dos físicos agora temos eletricidade, óculos, câmeras, relógios, motores, geladeiras, condicionadores de ar, protetores solar, celulares, aviões, naves, computadores, entre vários outros.

Alan Marcos Oliveira – estagiário de Jornalismo
Cristiane Barbosa – edição – Agência Fucapi